Guia de Óleos

Trecho extraído do meu do livro Yoga Massagem Ayurvédica – A Transformação pelo Toque

Há milênios os óleos vegetais ocupam um espaço importante e peculiar em todas as civilizações, seja como moeda, ferramenta de sedução ou instrumento de cura. No caso dos óleos utilizados para massagem, vale lembrar que eles contêm substâncias como vitamina E, vitamina A e ácido linoleico, todas com excelentes propriedades terapêuticas. Veja algumas delas:

Óleo de Gergelim (Sesamum indicum)A vitamina E protege a membrana celular e previne o envelhecimento da pele. Sua ação é nutritiva, antioxidante e antienvelhecimento.

A vitamina A possui propriedades antioxidantes, que auxiliam no tratamento e na prevenção das rugas. Ela é necessária para o crescimento normal das células epiteliais e influencia a síntese de colágeno na derme. A aplicação de vitamina A sobre a pele ajuda a minimizar as mudanças que ocorrem com o envelhecimento.

O ácido linoleico tem papel importante na manutenção da membrana celular, na regulação da célula e na reparação da barreira epitelial. É um ótimo emoliente e evita que a pele fique desidratada e áspera. Suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias auxiliam na regeneração e na manutenção da pele.

Segue uma breve descrição dos principais óleos utilizados em massagens, incluindo a Yoga Massagem Ayurvédica.

Óleo de gergilim (Sesamum indicum)
Óleo de semente de uva (Vitis vinifera)É um óleo muito utilizado na Índia para massagens e pelos médicos ayurvédicos na confecção de óleos medicinais. Tem propriedades nutritivas e protetoras da pele que previnem o envelhecimento precoce, sendo excelente para peles secas.

Apresenta grande quantidade de minerais como ferro, fósforo, magnésio, cobre e cálcio. Contém antioxidantes naturais, como sesamol, sesamoline e ácido linoleico. É indicado no tratamento de inflamações, dores, rigidez muscular e

reumatismo, e também atua para aumentar a virilidade e a vitalidade. Uma massagem nos pés com esse óleo acalma o organismo, relaxa e facilita o sono. Esse elixir pode ser utilizado puro ou combinado com outros óleos, como o de

oliva ou o de girassol, para servir de base a diferentes poções medicinais.

Óleo de semente de uva (Vitis vinifera)

O óleo extraído da semente da uva possui altos teores de vitamina E e de ácido linoleico, com ótimas propriedades antioxidantes. É um óleo de fácil absorção e, por isso, pode ser aplicado em todos os tipos de pele. Hidrata e revitaliza profundamente a pele e auxilia na elasticidade dos tecidos, prevenindo as estrias. Reduz o inchaço e o edema, restaura o

colágeno e melhora a circulação periférica, sendo indicado também no tratamento da celulite. Pode ser utilizado em pessoas com acne, por conter alto teor de ácido linoleico, que reduz a inflamação nos folículos pilosos (poros) e torna a gordura produzida pelas glândulas sebáceas mais fluida, ou seja, menos propensa a entupir os poros.

Óleo de girassol (Helianthus annuus)
É um excelente óleo deslizante para massagens, com ótima relação custo-benefício, dado que é relativamente barato. É um óleo doce e fresco que tem em sua composição ácidos graxos essenciais, como o linolênico e o linoleico, além de vitamina A e vitamina E. O óleo de girassol tem ação cicatrizante em contusões, escoriações e feridas. É efetivo contra inflamações, alergias e infecções na epiderme. Além dos atributos emolientes e hidratantes, indicados para peles secas, rachadas e envelhecidas, também apresenta propriedades nutritivas e

antioxidantes, auxiliando na restauração do epitélio.

Óleo de amêndoas doces (Prunus dulcis)

É um óleo com propriedades amornantes e sabor doce. De cheiro suave, é indicado para todos os tipos de pele, inclusive as delicadas e sensíveis como as de crianças, idosos e grávidas. Sua composição é rica em vitaminas A, B1, B2 e B6, ácidos graxos e proteínas. Contém propriedades nutritivas, antioxidantes e emolientes. É de boa absorção e hidrata profundamente a tez, sendo, por isso, utilizado na prevenção de estrias. Além de hidratar e suavizar a pele, auxilia na

regeneração do tecido epitelial, rejuvenescendo-o. É indicado para massagens que visam à recuperação muscular, diminuição de inchaços e aumento da vitalidade.

Óleo de amendoim (Arachis Hypogaea)

O óleo de amendoim é encorpado, ótimo hidratante e emoliente, bom para ser utilizado nas peles secas. Contém vitaminas do complexo B, ácido linoleico e polifenóis, o que lhe confere excelentes propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, auxiliando na regeneração e no cuidado da pele. É indicado no tratamento da artrite e para a recuperação muscular e dos nervos, além de auxiliar a circulação. Deve ser usado com cuidado, pois pode provocar alergia em algumas pessoas. Sua utilização não é recomendada em pessoas alérgicas a amendoim.

Publicado no Blog Abertamente

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s